metodologia
Como design é processo, e implica pensar e planejar antes da criação propriamente dita, o escritório utiliza a metodologia do Design Estratégico, numa visão ampla que busca compreender o contexto econômico, social, cultural e geográfico.

Da mesma forma, o processo de criação de identidade visual também utiliza uma metodologia própria, descrita a seguir.


Design Estratégico

Processo metodológico que agrega atividades relacionadas ao estudo do mercado e sua projeção no futuro, além do conhecimento da capacidade tecnológica, produtiva e financeira da empresa, a fim de propor caminhos e respostas de design que diminuam os riscos no desenvolvimento de produto.
(Instituto Europeu de Design)

É desenvolver o produto certo
- eficácia do processo de design - e não somente desenvolver corretamente o produto - eficiência no processo de design.
(F. C. MAGALHÃES)

PROCESSO METODOLÓGICO ORGANIZADO
(ABORDAGEM ESTRATÉGICA)
Percepção do cenário
Compreensão dos fenômenos
Análise das informações
Geração de elementos de projeto (criação)
Visão ampla do sistema


O PROCESSO DE DESIGN ESTRATÉGICO estuda o cenário, visando compreendê-lo e analisar  oportunidades, e tem como atores principais:

1. Empresa
Valores
Estratégias
Capacidade

2. Produtos
Características
Vantagens / desvantagens
Produtos / serviços / ideias

3. Público-alvo
Características gerais
Estilo de vida
Perfil comportamental
Necessidades

4. Mercado
Concorrentes (valores / estratégias / produtos / capacidades)
Oferta de produto (performance / influência)
Oportunidade para a empresa (presença / tendência)


Criação de Identidade Visual

Identidade corporativa é um sistema de elementos visuais capaz de singularizar uma empresa de maneira ordenada, uniforme e forte no mercado. É feita por meio de um sistema de identidade visual, formado por todos os elementos básicos (logotipo, símbolo, marca, cores institucionais e o alfabeto institucional) além de outros acessórios, que são aplicados em itens específicos (material de papelaria, letreiros, uniformes, sinalização, embalagens, etc).

O processo de criação de identidade corporativa utiliza a metodologia do Design Estratégico, e pressupõe estudo, pesquisa, planejamento, desenvolvimento e análise, até chegar à aprovação da marca e de todo o sistema.

A dinâmica é a seguinte:

COMPREENSÃO
Briefing: o cliente expressa o que deseja com a identidade corporativa, além de informar dados sobre a empresa, seu público-alvo, concorrentes e o mercado em geral.

Análise do cenário: faz-se um  levantamento de dados acerca dos personagens principais envolvidos: empresa, produto, público-alvo e mercado. Quanto mais informações específicas e detalhadas, melhor para que o trabalho não aconteça no âmbito da intuição, e sim fundamentado em pesquisa e estudo.

Análise de linguagem visual: faz-se um levantamento de marcas de concorrentes e referências (empresas da mesma área de atuação), a fim de fazer um estudo da linguagem visual e detectar as tendências de design na área, sob o ponto de vista de cores, tipografia e símbolo gráfico).

Planejamento:
lista de requisitos e restrições para a criação da marca,  definição de conceitos criativos,  estudo do significado das palavras, verificação de representações possíveis, conceitos principais e características estéticas e técnicas essenciais à marca.

Geração de idéias / alternativas de marca: processo criativo propriamente dito, com geração de várias idéias que culminam em 2 ou 3 propostas de marca.

PROPOSIÇÃO
Apresentação: as propostas são apresentadas, em formato de apresentação de slides e em material impresso, onde constam algumas aplicações da marca (reduções, monocromia, traço, negativo, uso preferencial, etc).

Revisão: o cliente recebe as propostas e fornece um feedback sobre a melhor proposta. Faz ajustes, se considerar necessário.

Apresentação final: se houver ajuste, a nova proposta é reapresentada de acordo com o prazo estipulado. Esse processo ocorre até que a marca seja definitivamente aprovada.

FINALIZAÇÃO
Finalização: após a aprovação, é desenvolvido um manual de uso da marca, denominado manual de identidade visual. Nele, constam todas as regras e aplicações dos elementos gráficos da marca, além da papelaria, caso tenha sido solicitada (cartão de visitas, envelopes, pasta e papel timbrado), e outras peças específicas (crachá, identificação de frota, uniformes, etc). Todo esse material é entregue em mídia digital (cd), e o manual também vem em formato impresso.


Para saber mais sobre Identidade corporativa e outros assuntos correlatos, clique em Artigos.